mp3 Documentos Curso Video mapa
Volta

SHŌSHINGUE

O Shōshingue, Hino ao Nembutsu na Verdadeira Mente Confiante, sintetiza os ensinamentos do Shin Budismo da Terra Pura. É composto de cento e vinte versos e encontra-se no final do capítulo “Prática”, da obra Kyōgyōshinshō escrito na forma chinesa. Shinran Shōnin expõe as interpretações acerca dos votos do Buda Amida e revela os ensinamentos dos sete mestres, de Nāgārjuna a Hōnen. Mais tarde, Rennyo Shōnin acrescentou o Nembutsu e os Wassans, hinos também escritos pelo Shinran Shōnin nas formas versificadas em japonês, para que o Shōshingue fosse cantado como um ritual.

SHŌSHINGUE
(Hino ao Nembutsu na Verdadeira Mente Confiante)
Que todos atendam ao chamado do Tatāgata da Vida Infinita.
Que todos atendam ao chamado da Luz que transcende o pensamento.
O Buda Amida no estágio do caminho de Bodisatva, quando ainda se chamava Darmākara,
diante do Buda Lokesvararāja,

examinou como se originaram as Terras Puras dos Budas.
Analisou também as características dessas Terras, dos seres humanos e dos devas que as habitam.
Criou então o Voto Insuperável e Supremo,
fazendo surgir para além dos votos dos demais Budas este grande juramento inigualável que tudo abrange.

Ele escolheu esse Voto que abrange as terras dos demais Budas após avaliar exaustivamente as condições durante cinco eras cósmicas.
Mais uma vez diante de Lokesvararāja, ele jurou que seu nome seria entoado, sendo ouvido nas dez direções.
O Buda Amida no estágio do caminho de Bodisatva, quando ainda se chamava Darmākara,
emitiu a todas as regiões a Luz Imensurável e Ilimitada, luz libre de obstáculos, incomparável e majestosamente flamejante.

Luz Pura, Luz da Alegria, Luz da Sabedoria,
Luz Incessante, Inconcebível e Inefável,
Luz que transcende o Sol e a Lua, ela espalha sobre os mundos incontáveis essas partículas de poeira.
Todos os seres são beneficiados pelo resplandecer da Luz.

O Nome em que se manifesta o Voto Original é a ação que assegura infalivelmente o nosso nascimento.
A Mente Confiante e de coração sincero contida no Voto é a causa do nosso nascimento.
Chegamos ao estado análogo ao da iluminação e depois ao supremo Nirvana,
em virtude da realização do Voto que assegura o atingimento infalível do Nirvana.

O Tatāgata Shakyamuni surgiu neste mundo
somente para pregar o Voto Original de Amida, vasto como o oceano.
Que todos os incontáveis seres que vivem nessa época maléfica das cinco máculas
confiem nas palavras verdadeiras do Tatāgata.

Quando a Mente Confiante, na primeira percepção instantânea de alegria e gratidão, for despertada em nós,
seremos conduzidos ao Nirvana, mesmo sem a extinção das paixões maléficas.
Assim, ignorantes ou sábios, até mesmo aqueles que cometem as cinco ofensas, desprezam o ensinamento correto do Budismo, são todos igualmente transformados,
assim como as águas que vêm ao mar adquirem um único sabor.

A Luz oniabrangente da Mente Compassiva do Tatāgata está sempre nos iluminando e protegendo.
Embora as trevas da ignorância tenham sido dissipadas,
as nuvens e névoas da ambição e do apego, da cólera e do ódio
continuamente cobrem o céu da verdadeira Mente Confiante.

É como se nuvens e névoas velassem o sol.
Ainda resta claridade, não chega a haver escuridão.
Ao recebermos a Mente Confiante, tornamo-nos conscientes do Buda, e o reverenciamos; uma grande alegria surge em nós.
Então, de imediato, rompemos transversalmente as cinco condições maléficas.

Quando pessoas comuns, todas, boas ou más,
ouvem e confiam no Voto Universal do Tatāgata,
elas passam a ser consideradas pelo Buda Shakyamuni ou pelos Budas como seres de grande e excelente
compreensão.
Elas são chamadas de flores do lótus branco.

É extremamente difícil receber e manter a Mente
que confia no Voto Original do Buda Amida.
Para os seres maus, imbuídos de um entendimento errôneo e de arrogância,
nada é mais difícil de susperar que isso.

Os Bodisatvas da Índia
e os mestres virtuosos da China e do Japão
esclareceram o verdadeiro sentido do aparecimento do Grande Sábio neste mundo.
Eles elucidaram o Voto Original do Tatāgata, que corresponde à condição dos seres humanos.

O Tatāgata Shakyamuni, no monte Lanka,
predisse, às pessoas que o ouviram,
que no sul da Índia surgiria o grande Mestre Nāgārjuna,
que destruiria todas as noções errôneas sobre ser e não ser.

Ele haveria de expor os supremos ensinamentos do Mahayana;
atingiria o estágio da Alegria e nasceria na Terra da Paz e da Bem-aventurança.
Nāgārjuna mostrou-nos que o Caminho das Práticas Difíceis é árduo como caminhar por terra,
e estimulou-nos a confiar na Prática Fácil, como quem, no mar, é levado por um barco.

Quando primeiro é despertada a consciência contínua do Voto Original,
de imediato e espontaneamente entramos no estágio dos seres cuja realização da condição de Buda está assegurada.
Recitando sempre e somente o nome do Tatāgata Amida,
expressemos nossa gratidão em reconhecimento ao Voto Universal da Grande Compaixão.

O Bodisatva Vasubandhu escreveu um Discurso sobre a Terra Pura,
no qual afirmou estar atendendo ao chamado do Tatāgata da Luz Livre de Obstáculos.
Baseando-se no Sutra, expôs o que é verdadeiro,
elucidando o Grande Voto que nos capacita ao salto transversal sobre o samsara.

Graças à transmissão da virtude pelo Poder do Voto Original,
ele manifestou a Mente Única para que todos os seres sejam salvos.
Ao sermos acolhidos pelo Grande Oceano dos tesouros de virtudes,
unir-nos-emos infalivelmente à Grande Assembleia dos sábios na Terra Pura.

Após a morte, quando atingirmos o Mundo do Lótus,
realizaremos o Corpo da Realidade Essencial.
Então, agindo livremente na floresta das paixões maléficas, manifestaremos poderes transcendentais.
Entrando no jardim do samsara, manifestar-nos-emos em formas apropriadas para encaminhar os seres à salvação.

O rei de Liang sempre voltava para o local onde estava o Mestre T’an-luan,
reverenciando-o como um Bodisatva.
Quando Bodhiruci, o grande estudioso e tradutor do Tripitaka, lhe deu um texto da Terra Pura,
T’an-luan queimou seu tratado taoísta da longevidade e imortalidade e tomou refúgio no Reino da Bem-aventurança.

Ele escreveu um comentário ao discurso sobre a Terra Pura do Bodisatva Vasubandhu
explicando que a causa e o efeito do nosso nascimento na Terra da Recompensa vêm do Voto de Amida;
é o Outro Poder que nos proporciona a virtude para o nascimento lá na Terra Pura e o retorno a este mundo.
A Mente Confiante é a única causa que nos assegura o nascimento na Terra Pura.

Quando a Mente Confiante desperta em pessoas ignorantes, assoladas por ilusões e impurezas,
elas descobrem a conversão do samsara em Nirvana.
Após alcançarem infalivelmente a Terra da Luz Infinita,
orientarão todos os seres em toda parte. Assim disse T’an-luan.

Tao-ch’o, enfatizando a dificuldade para se atingir a libertação no caminho dos sábios,
esclarece que o caminho da Terra Pura é o único viável à nossa salvação.
Ele renunciou à prática dos incontáveis atos meritórios do poder próprio e
estimulou-nos a recitar exclusivamente o Nome que contém as virtudes perfeitas.

Ele instruiu-nos compassivamente sobre os três aspectos tanto da Mente Confiante Plena como da Mente Confiante Embrionária.
Amida, em sua Compaixão, conduz igualmente os seres da Era do Darma Aparente, do Darma Decadente e do Darma Extinto.
Mesmo não conseguindo evitar cometer o mal durante toda a nossa vida,
confiando no Voto Universal, alcançaremos o Mundo do Tranquilo Cultivo e realizaremos a Suprema Iluminação.

Shan-tao foi o único a esclarecer a verdadeira intenção do Buda Shakyamuni.
Compadecendo-se daqueles que praticam as boas ações meditativas e não meditativas e daqueles que cometem ofensas e males,
ele revelou o sentido da Luz como condição e do Nome de Amida como causa de sermos conduzidos à Terra Pura.
Assim, eles são introduzidos ao Oceano da Grande Sabedoria do Voto Original.

Se eles receberem a Mente Confiante indestrutível como o diamante,
ela se manifesta na alegria da percepção instantânea livre de dúvidas;
tal como a rainha Vaidehi, o adepto despertará para os três benefícios
e então atingirá a Bem-aventurança Eterna da Realidade Essencial.

Genshin esclareceu amplamente os ensinamentos que Shakyamuni pregou ao longo de sua vida.
Ele encontrou refúgio só na Terra do Tranquilo Cultivo e incentivou todos para que fizessem o mesmo.
Fazendo distinção entre a profundidade da Mente Confiante da prática exclusiva do Nembutsu e a superficialidade da mente que confia nas diversas práticas secundárias,
Genshin estabeleceu com clareza a diferença entra a Terra da Recompensa e a Terra Circunvizinha.

Aqueles que estão mergulhados em profundo mal cármico deveriam apenas recitar o nome do Buda Amida com a Mente Confiante.
Minha própria existência também se situa no interior do seu abraço.
Mesmo que as paixões maléficas me obscureçam a visão,
a grande compaixão brilha sempre e incansavelmente, iluminando-me.

O mestre fundador Genku Hōnen possuía um profundo conhecimento do Budismo.
Compadecia-se de todos, das pessoas comuns, quer fossem boas, quer fossem más.
Instaurando o verdadeiro ensinamento do Budismo da Terra Pura no Japão,
ele divulgou o Voto Original escolhido por Amida neste mundo repleto de maldade.

É realmente a dúvida que nos mantém aprisionados ao mundo do samsara,
girando no ciclo de nascimentos e mortes,
é a Mente Confiante que causa a nossa imediata entrada
na Terra da Bem-aventurança da tranquilidade incontaminada pelas paixões maléficas.

Os Bodisatvas e os mestres que divulgaram os Sutras da Terra Pura
mostraram a salvação infalível do Buda Amida aos incontáveis seres de todo esse mundo constituído pelas nossas próprias malignidades.
As pessoas de hoje, monges e leigos, unidas na mesma mente,
devem confiar só nos ensinamentos desses veneráveis mestres.