mp3 Documentos Curso Video mapa
Volta

RENNYO SHŌNIN GOITIDAIKI KIKIGAKI


ASSIM OUVI DO MESTRE RENNYO
1) Certa vez, um seguidor do Darma disse: “O Darma deve ser ouvido com dedicação quando se é jovem”. Quando envelhecemos, as pernas fraquejam e somos tomados de muita sonolência. Por isso precisamos ouvir o Darma quando somos jovens. (63, tyūshakuban, p. 1252)

2) Precisamos ouvir o Darma, mesmo que seja necessário deixar em segundo plano os assuntos do dia a dia. Você imagina ouvir o Darma apenas quando tiver um tempo livre. Essa é uma atitude tola. Segundo o Darma, não há amanhã. (155, tyūshakuban, p. 1280)

3) Um antigo provérbio diz: “O mais mole, a água, pode furar o mais duro, a pedra. Se permanecermos fiéis ao anseio primordial do coração, não há como fracassarmos no Caminho da Iluminação.” Mesmo alguém incrédulo, se procurar ouvir o Darma diligentemente, sem dúvida receberá, graças à ação da Compaixão do Tatāgata, a Mente Confiante (Shinjin). O Darma, basta ouvi-lo de coração. (193, tyūshakuban, p. 1292)

4) Percebemos com facilidade os males causados pelos outros. Os nossos, temos dificuldade de admitir. Por isso, quando nos conscientizamos de algum mal nosso, devemos considerá-lo como um grave mal, já que até mesmo nós conseguimos percebê-lo. Por isso é urgente a transformação da nossa mente. (195, tyūshakuban, p. 1293)

5) Ah, compreendi! Então não compreendeu. Não compreendo! Então compreendeu. Que maravilha é a salvação oferecida pelo Buda. Assim falou o mestre. (213, tyūshakuban, p. 1300) 6) Ao vermos um adepto exemplar do Darma cometer um engano, devemos refletir profundamente sobre a natureza humana, já que até mesmo tal adepto do Darma comete enganos. Apesar disso, há quem pense que, “se mesmo um adepto exemplar do Darma comete erros, então é mais natural ainda que eu os cometa”. Isso é lamentável! (222, tyūshakuban, p. 1304)